terça-feira, 5 de maio de 2015

Aplicativo de volta

Justiça derruba liminar que proibia aplicativo Uber no Brasil

Juiz tinha acatado pedido de taxistas sob pena de multa de R$ 100 mil.
Aplicativo conecta motoristas a pessoas em busca de transporte.

Do G1 São Paulo
Imagem do aplicativo Uber disponível para ser baixado em smartphones (Foto: Uber/Reprodução)Imagem do aplicativo Uber disponível para ser
baixado em smartphones (Foto: Uber/Reprodução)
A Justiça de São Paulo derrubou, nesta segunda-feira (4), liminar que determinava a suspensão das atividades do aplicativo Uber no Brasil sob pena de multa diária de R$ 100 mil. A decisão cabe recurso. Dessa forma, o serviço volta a ser regular.
O aplicativo conecta motoristas autônomos e usuários em busca de transporte.
A juíza Fernanda Gomes Camacho, da 19ª Vara Cível, reexaminou o pedido de liminar e decidiu pela manutenção do Uber.
Para ela, a ação civil pública em si não pode determinar se o aplicativo é regular ou irregular. “Caberia ao sindicato de forma fundada representar ao Ministério Público para que este, se entender pertinente, instaure o competente inquérito civil para apuração da irregularidade do aplicativo.”
A liminar em favor do sindicato de taxistas do estado (Sintetaxi-SP) foi proferida na semana passada pelo juiz Roberto Luiz Corcioli Filho, da 12ª Vara Cível. Ela determinava também que Google, Apple, Microsoft e Samsung deixassem de fornecer o aplicativo em suas lojas online e que suspendessem "remotamente os aplicativos Uber dos usuários que já o possuam instalado em seus aparelhos celulares".
Protestos
Taxistas de várias cidades do país fizeram uma grande manifestação no início de abril contra o Uber. Na ocasião, a empresa norte-americana afirmou que "os brasileiros devem ter assegurado seu direito de escolha para se movimentar pelas cidades".
Por meio de nota, o Uber informou que "é uma empresa de tecnologia que conecta motoristas parceiros particulares a usuários. Reforçamos publicamente nosso compromisso em oferecer aos paulistas uma alternativa segura e confiável de mobilidade urbana". 
"As inovações tecnológicas trouxeram inúmeras oportunidades para as pessoas e as cidades. É por meio da tecnologia que as cidades vão se tornar cada vez melhores e mais acessíveis para o cidadão, que precisa ter seu direito fundamental de escolha assegurado", diz a nota.

14 comentários:

  1. A proibição do Uber no Brasil animou profissionais que se sentiram prejudicados com o progresso. Estão sendo organizadas passeatas e atos em todo o país pedindo o fim de objetos que tiraram empregos de muitas categorias. O principal alvo, no momento, é o computador. Já está acertada para o próximo sábado uma grande manifestação de datilógrafos pedindo o fim do que eles chamam de “máquina do mal”.

    Fabricantes de máquinas digitais também querem acabar com os smartphones, já que eles dizimaram esse negócio. O grupo ganhou a adesão dos fotógrafos lambe-lambe, que querem voltar às praças para fazer retratos 3×4.

    O argumento principal é que o computador é responsável por grandes crimes, pedofilia, golpes e sites de fãs de música sertaneja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IMBECIL!!!
      NINGUÉM É CONTRA O PROGRESSO, SOMOS CONTRA A ILEGALIDADE!!!

      Excluir
  2. Comentário tosco bancado pela uber.
    Tarifa dinâmica é cobrança no tiro!!!
    Isso é oq a uber faz!!! Em Londres durante greve de metro a tarifa da uber aumentou 300%, isso é livre concorrência boa pra população? Só idiota acredita nisso... Com crescimento da uber em breve só vai andar de taxi na hora do rush e em horários de pico quem é rico!!! Uber é empresa eletista q só quer seu lucro!!

    ResponderExcluir
  3. Comentário tosco bancado pela uber.
    Tarifa dinâmica é cobrança no tiro!!!
    Isso é oq a uber faz!!! Em Londres durante greve de metro a tarifa da uber aumentou 300%, isso é livre concorrência boa pra população? Só idiota acredita nisso... Com crescimento da uber em breve só vai andar de taxi na hora do rush e em horários de pico quem é rico!!! Uber é empresa eletista q só quer seu lucro!!

    ResponderExcluir

Lamentamos ter de adotar essa medida: devido aos abusos nas agressões grosseiras que ofendem minha DIGNIDADE E COMO SE POR ENCOMENDA, a partir de agora, por algum tempo, o seu comentário só será publicado após moderação.